Considerada uma das 10 melhores praias do Brasil, a enseada de São Miguel do Gostoso tem quatro praias lindíssimas e desertas: Santo Cristo, Cardeiro, Xêpa e Maceió. Seis quilômetros ao norte, está a Praia de Tourinhos, uma das mais lindas de todo o Nordeste.  Quinze quilômetros depois, estão as praias dos Morros e a dos Marcos. Cada uma com seu charme especial. 

São Miguel do Gostoso - RN - Brasil
Nascimento das tartarugas marinhas

As tartarugas marinhas são espécies fundamentais para o equilíbrio da natureza, a especie "Pente" vêm todos os anos para as nossa orla para desovar. Acompanhar esse espetáculo da natureza é um momento mágico e inesquecível. Vale a pena ver!

São Miguel do Gostoso - RN - Brasil
Praia de Santo Cristo

A lenda diz que no ano 1501 a expedição de Gaspar de Lemos navegava sul quando passou por esta ponta e avistou um grupo indígena. Resolveram então ancorar e desembarcar já que supunham que estes fossem civilizados. Mas como protesto à invasão dos expedicionários, os índios os atacaram aprisionando o padre que fazia parte da expedição e queimaram em uma fogueira e depois devorado bem em frente do restante da tripulação que fugia sob forte ataque dos índios que atiravam flechas contra eles. Algum tempo depois o crucifixo do padre foi encontrado e daí veio o nome de Ponta de Santo Cristo. Hoje o local tornou-se palco de um belo pôr do sol e é apreciada por velejadores do mundo inteiro e considerada como a melhor praia do Brasil para os esportes de vela.

São Miguel do Gostoso - RN - Brasil
Praia do Cardeiro

O nome desta praia foi dado devido a um pé de Cardeiro que aqui apareceu após um período de avanço do mar. É uma praia tranquila que pode ser desfrutada até mesmo com maré alta porque está protegida por uns arrecifes. Precisamente por isso é necessário ter cuidado com as pedras que estão na direção sul e que não são vistas quando a maré está alta. Com a maré baixa formam-se piscinas entre estas pedras e pode-se aproveitar para admirar os peixinhos que ficam nelas. Nas épocas de chuva, a vazante que percorre a cidade vai de encontro com o mar, tornando-se um belo espetáculo da natureza. 

São Miguel do Gostoso - RN - Brasil
Praia da Xêpa

É a praia mais central e mais badalada. Tem um espaço turístico com quadra de futebol e um amplo espaço onde são comemoradas todas as festas da cidade. Não tem pedras e é ideal para tomar um bom banho de mar.

São Miguel do Gostoso - RN - Brasil
Praia do Maceio

É a última praia da cidade. É tranquila, sem pedras e utilizada pelos pescadores. Também é o lugar de reunião para a saída dos blocos de carnaval e a eleição da rainha do Carnaval. Maceiós são pequenas lagoas que eram formadas pelas águas do mar nas grandes marés. Segundo moradores locais, hoje esse fenômeno já não acontece mais pois a duna que se formou no local impede a entrada da água do mar.

São Miguel do Gostoso - RN - Brasil
Praia de Tourinhos

Considerada uma das praias mais bonitas do litoral do Nordeste, a Praia de Tourinhos é, verdadeiramente, paradisíaca. Formada por dunas petrificadas são mais de 2500. Suas formações rochosas se assemelham a um rebanho de touros, daí seu nome. Fica apenas a 6 km da cidade de São Miguel do Gostoso e ainda permanece quase deserta. Faça o passeio de buggy e não deixe de conhecer o mirante da Pedra da Baleia. Lá, quando a maré sobe, jatos de água espirram de uma formação de corais em alto-mar, imitando o esguicho de uma baleia.

O chamado “suspiro da baleia” lhe propiciará um show à parte.

Praia do Marco

A fixação do primeiro Marco de Posse colonial da terra brasileira por Portugal ocorreu aqui. Estudos comprovam que no ano de 1501 na praia do Marco, aportou a primeira expedição portuguesa ao Brasil, no local existe uma replica do Marco original deixado naquela data, o original se encontra no forte dos Reis Magos em Natal.

Em 1501, em uma expedição enviada pelo rei de Portugal, ocorreu o primeiro desembarque de colonizadores portugueses ao litoral do Rio Grande do Norte pela orla marítima, na área de limite entre os municípios de Pedra Grande, Touros e São Miguel do Gostoso. Um dos comandantes dessa expedição, Gaspar de Lemos, fixou um marco de posse colonial na praia do Marco, o mais antigo do Brasil, que era feito de pedra em mármore e possuía o desenho da cruzes de Malta e da Ordem dos Cavaleiros de Cristo. Acredita-se que, antes mesmo da chegada dos portugueses, alguns navegadores espanhóis, como Alonso de Ojeda e Diego de Lepe, teriam chegado primeiro em terras norte-riograndenses. Há também a tese de que, pouco antes da descoberta do Brasil, Pedro Álvares Cabral tenha atingido o Rio Grande do Norte na praia do Marco.